A alimentação natural, ou AN como também é conhecida, vem conquistando cada vez mais adeptos em todo o mundo e atraindo a curiosidade dos donos de pets por conta dos seus benefícios.

Apesar de algumas pessoas ainda pensarem que a alimentação natural para pets consiste em servir as sobras da nossa própria comida, este não é o correto, até porque alguns ingredientes ou temperos usados por nós humanos podem ser muito perigosos para eles. Veja aqui alguns alimentos proibidos.

Quando falamos em alimentação natural, estamos na verdade falando sobre uma alimentação saudável, balanceada, com ingredientes selecionados e que supram todas as necessidades do cão ou gato, sem fazer o uso de qualquer tipo de aditivo químico como corantes e conservantes, muito presentes nas rações tradicionais.

Para criar uma dieta natural para o seu pet, é recomendado conversar com um profissional especializado em nutrição ou um médico veterinário de sua confiança. Ele irá avaliar o estado de saúde, condição corporal, idade, dentre outras características do animal.

A partir disso, cada componente da dieta será escolhido com base em seus nutrientes, resultando em um cardápio completo e saudável à base de carnes, verduras, legumes e carboidratos, que pode ser adaptado conforme a preferência e necessidade do pet, além de ser preparado em casa.

FsNQsa3

E se você quiser evitar a cozinha ou falta tempo para o preparo dos alimentos, saiba que hoje em dia já existem várias empresas especializadas em alimentação natural e que oferecem opções prontas, cozidas, cruas, resfriadas, congeladas e até mesmo desidratadas.

Dentre os benefícios dessa mudança de hábito, está a segurança de saber exatamente a composição do que está sendo oferecido ao pet, a alta aceitação devido aos novos sabores, fezes com menos odor, pelagem mais sadia, dentes mais limpos, hálito fresco e redução dos problemas de pele e alergias.

 

Texto por Patrícia Mota