A presença de animais abandonados nas ruas e abrigos superlotados, que não conseguem dar conta de receber os bichinhos, é uma realidade no Brasil. Esse problema deve ser uma preocupação da sociedade em geral. Afinal, se cada um fizer um pouco, a vida desses pets e o cenário das instituições podem ser melhores!

Quer saber o que pode ser feito para ajudar animais abandonados? Confira na lista abaixo e aproveite o clima de fim de ano para praticar uma boa ação.

 

1. Não compre. Adote.

Conheça o abrigo de sua cidade, escolha um cãozinho ou gatinho e dê um lar a ele. Ou melhor: aproveite o Natal e presenteie alguém com um bichinho, já pensou? – Essa opção só é válida com a certeza de que a pessoa tem tempo, disposição, condições financeiras, amor para cuidar do pet e jamais o abandonará. 

A maioria dos animais de rua morrem sem saber o que é ter uma casa e um melhor amigo para chamar de seu. Nós, do Centro de Saúde Animal Jardins, indicamos a ONG Anjos dos Bichos para a adoção de animais. No momento, eles possuem 12 cães e 12 gatos para adoção, todos vermifugados, castrados e vacinados.

 

2. Resgate um animal abandonado das ruas

Encontrou um animal em condições ruins ou ele te encontrou? Resgate-o e salve uma vida. Leve ao veterinário, dê um lar, comida, água e cuidados. Ele será eternamente grato.

 

3. Dê um LT

Com abrigos e ruas cheias de animais abandonados, não restam muitas alternativas. Então, se você tem um espaço bacana e muito amor para dar, proporcione um Lar Temporário (LT) a um cão ou gato. O animal fica o tempo necessário para encontrar uma pessoa que o adote permanentemente. Para adiantar o processo de adoção, é possível utilizar as redes sociais.

 

4. Que tal apadrinhar uma vida?

Com o sistema de apadrinhamento, a pessoa escolhe um animal de abrigo e se responsabiliza por suas despesas mensalmente, com recursos para compra de água, ração, medicamentos, vermífugos, antipulgas, entre outros. Também é possível fazer visitas frequentes ao animal, proporcionando contato humano, carinho e atenção.

 

5. Faça doações!

A única forma dos abrigos de animais abandonados continuarem funcionando é através de doações. Todo mês o desafio é ter verba suficiente para a compra de ração, medicamentos e reparos, além de outras necessidades.

Portanto, qualquer quantia em dinheiro é extremamente útil. Doações de produtos também são muito úteis, como: ração, medicamentos, vermífugos, antipulgas, jornais, caixas de papelão, petiscos, brinquedos, casinhas, caminhas, toalhas velhas em bom estado, materiais de limpeza, inseticidas e alguns materiais de construção para a estrutura física.

 

6. Seja um voluntário

Assim como a doação de itens básicos, os serviços manuais e mão-de-obra voluntária são muito importantes. E existem várias formas de ajudar. Ações para arrecadação de dinheiro, feirinhas de adoção, mutirão de limpeza do abrigo, bem como de banho e tosa nos animais, divulgação e conscientização da população são algumas delas.

 

7. Não pode participar de nenhuma dessas formas? Divulgue e compartilhe a causa!

Os abrigos de animais abandonados costumam fazer bastante divulgação para conseguir doações e adoções. Essas instituições também possuem uma necessidade de conscientizar a sociedade sobre maus tratos, abandono e a importância da castração para a diminuição de animais na rua.

Compartilhe esse texto, a mensagem desses abrigos, os eventos solidários e as fotos dos animais para adoção em suas redes sociais. Apoiar também é uma forma de ajudar!