A ideia de dividir a cama com o nosso amigo de quatro patas pode ser irresistível para algumas pessoas, ainda mais quando chega o frio e tudo o que queremos é manter nossos pets aquecidos e confortáveis. Mas será que cachorro pode dormir na cama?

A verdade é que não existe uma resposta correta para essa questão. Permitir que o cão durma na cama ou não é uma decisão a ser tomada unicamente pelo tutor.

Se você faz questão de dormir juntinho do seu cachorro, apenas esteja ciente de que alguns cuidados serão obrigatórios para evitar doenças e garantir o seu bem-estar, como por exemplo:

 – Verificar se o cão tomou todas as vacinas e, caso tenha alguma faltando, providenciar o quanto antes.

 – Converse com o veterinário sobre qual o vermífugo mais adequado para ser dado periodicamente ao animal.

 – O pet deve tomar banho a cada 15 dias.

 – Limpe as patas do cachorro toda vez que ele andar na rua (conheça o nosso banho hipoalergênico aqui: http://csajardins.com.br/banhohipoalergenico)

 – Troque a roupa de cama semanalmente.

Seguindo as dicas acima, é só curtir todas as vantagens que dormir com o seu amigo pode proporcionar.

Estudos comprovam que cães são excelentes auxiliares no tratamento da ansiedade, depressão e pânico, podendo ajudar você a ter um sono mais tranquilo, profundo e mais ânimo para acordar. Além, é claro, de serem quentinhos, fofos e adorarem estar em nossa companhia.

Porém, nem tudo são flores. A presença do seu cachorro na cama pode influenciar a qualidade do seu sono também de maneira negativa. Isso porque ele pode se movimentar muito, acordar várias vezes, latir e não se adequar aos seus horários. Por isso, é muito importante antes de permitir que o cão durma em sua companhia na cama, analisar todos os fatores envolvidos.

Para quem prefere dormir sem o cachorro, certifique-se que ele tenha uma cama própria confortável, em local apropriado e protegido do frio, chuva e relento. Assim, todos ficam felizes.

 

Texto por Patrícia Mota