Cada cãozinho é único e possui suas próprias manias. Entretanto, o uivo é uma característica compartilhada entre vários desses animais e intriga tutores mundo a fora. Afinal, por que os cães uivam?

Não é de hoje que esse é um comportamento bem comum entre nossos amiguinhos de quatro patas. O uivo é uma forma de comunicação a distância e, ao contrário do que muitos pensam, não é uma espécie de choro nem culpa da lua cheia. O som tem uma função e nós vamos te explicar mais sobre isso ao longo do texto.

 

Cachorro X Lobo

O cachorro uiva com menor frequência do que o lobo. Na alcateia, o lobo usa o uivo para se comunicar com outro lobo, chamando-o de volta ao bando. Por conta do timbre agudo e prolongado, o som se propaga e alcança longas distâncias. O lobo acionado responde uivando de volta. Muitas vezes vários lobos respondem o mesmo chamado, mas o animal é capaz de reconhecer seus companheiros. Portanto, ao escutar um uivo diferente, é possível saber se está na presença de inimigos.

o cachorro uiva para chamar a atenção, principalmente se tiver uma fêmea no cio pela vizinhança. Essa é uma forma de se exibir para a “prometida”.

Uivar é um comportamento canino que pode ser considerado normal, mas não deve ser frequente. Se for o caso, pode ser que o bichinho esteja passando por uma síndrome. Cães que passam muito tempo sozinho desenvolvem ansiedade de separação. O problema também pode atingir cães recém-adotados que não são mais filhotes. Uma boa solução para isso é o serviço de day care.

 

Raças de cachorro que uivam mais do que o normal 

  • Husky Siberiano
  • Samoieda
  • Malamute do Alaska

 

Como resolver a situação

Quando o som estiver se tornando frequente e, consequentemente, um problema, é importante saber que há maneiras de inibir esse comportamento. Mas, para isso, é fundamental identificar a causa do uivo. Se uma fêmea próxima está no cio, o melhor a se fazer é esperar ou mantê-lo em um local mais fechado, pois o ‘cheiro’ da fêmea nesse período é mais forte e se espalha.

Os vizinhos reclamam que seu cachorro uiva durante o dia ou quanto você viaja? As chances de ser síndrome da ansiedade de separação são altas. Este caso requer mais cuidados. Além do serviço de day care, outras alterativas podem ajudar o bichinho a não sofre em sua ausência:

  • Caminhe com seu cão – os bichinhos precisam de atividade física, então é só juntar o útil ao agradável: sua companhia + saúde. Se sua rotina não permite esse momento, alguns profissionais podem fazer isso por você (pet sitters ou dog walkers).
  • Ensinar o comando de “fica”, com treinamento movido a petiscos e agrados – isso faz com que o animal aprenda que você até pode sair, mas sempre irá voltar.
  • Brinquedos – para manter o cão ocupado, não sentindo tanto a sua ausência.
Fonte: CachorroGato