Estamos a poucos dias das festas de fim de ano e o que é uma grande celebração para nós, pode ser um grande pesadelo para os nossos animais de estimação. Isso porque muitos cães sofrem com o medo de fogos de artifício.

Pensando nisso, o Centro de Saúde Animal Jardins separou as melhores dicas dadas por profissionais para amenizar o medo e proteger o seu cão durante este momento. Confira:

– É importante acostumar o seu cão com barulhos altos. Seja da TV, rádio, dentre outros. Assim, ele estará preparado para ocasiões como as festas de fim de ano. De preferência, faça isso enquanto ele ainda for filhote.

– Coloque uma identificação na coleira do seu pet, com o nome dele, o seu nome e um número para contato. Isso porque quando estão com medo, os cães podem ter o impulso de correr para longe. Caso isso aconteça, a identificação torna possível que entrem em contato com você para avisar que o seu cãozinho foi encontrado.

– Certifique-se sempre de que não há janelas e portas abertas. Isso evita que ele fuja ou sofra algum acidente.

– Muitos donos com receio que o cão possa vir a destruir algum pertence da casa ou sujá-la, tendem a deixá-lo do lado de fora. Isto não é recomendado, pois o cão se sentirá desprotegido, o que aumentará ainda mais a sensação de medo. Deixe-o em um local que ele se sinta à vontade, de preferência com o seu cheiro. Se ele escolher por conta própria um “esconderijo”, deixe-o lá. É provavelmente onde ele se sente mais seguro.

– Quando os fogos de artifício começarem, não encolha-se perto do seu cão, acariciando e protegendo-o. Ele pode entender este comportamento como um recado de que há realmente um perigo com o qual ele deva se preocupar e que ameaça não apenas a ele, mas também toda a sua família. O ideal é agir como se nada estivesse acontecendo e buscar entreter o cão de outras maneiras, com brinquedos ou petiscos.

– Caso você já tenha percebido que o seu cão tem um medo exagerado, você pode ir até o médico veterinário de sua confiança e pedir para que ele receite um ansiolítico. Este método só é recomendado caso você tenha tempo para testá-lo em outras situações, pois alguns ansiolíticos podem causar efeito rebote, ou seja, ao invés de controlar o medo, pode deixá-lo ainda pior.

E não se esqueça, em caso de emergência conte com o nosso hospital veterinário aberto 24h por dia.

 

Texto por Patrícia Mota