A neoplasia, popularmente conhecida como tumor, é uma patologia causada pela multiplicação anormal, incontrolada e progressiva das células, sem qualquer causa aparente. Animais idosos são acometidos em maior escala.

 

Classificação

 Tanto na medicina humana quanto na veterinária, existem duas classificações de neoplasias.

  • Neoplasia benigna: conhecida como tumor, essa patologia não causa tanta preocupação – tudo depende do local em que se encontra. Essa enfermidade apresenta crescimento lento e, geralmente, não ocorre metástase (disseminação do tumor através de vasos sanguíneos ou linfáticos para outras áreas do organismo).
  • Neoplasia maligna: conhecida como câncer, podendo ser perigosa e agressiva. Diferente da forma benigna, esse tipo de neoplasia apresenta rápido crescimento e chances altas de metástase. Em muitos casos, o tratamento é cirúrgico e intenso.

 

5 tipos mais comum de câncer em animais 

  1. Câncer de pele
  2. Câncer de mama
  3. Ósseos
  4. Linfoma
  5. Leucemia

E é sobre o primeiro do ranking que vamos falar neste artigo!

 

Saiba mais sobre o câncer de pele em animais

Existem diversos tipos de câncer de pele em animais, depende da célula que vai originar a doença. Os mais comuns são: Mastocitoma, Carcinoma Espinocelular e Carcinoma das Células Escamosas.

  • Mastocitoma: neoplasia com origem nos mastócitos (células imunitárias conhecidas pela sua participação nas reações alérgicas). O Mastocitoma surge normalmente na pele ou internamente – no fígado ou no baço.
  • Carcinoma Espinocelular: neoplasia com origem nos queratinócitos. Apresenta-se em áreas da pele despigmentada e com pouco pelo.
  • Carcinoma das Células Escamosas: neoplasia de epitélio, normalmente localizado nas orelhas e olhos de animais.

 

Sintomas 

  • Aparecimento de nódulos – normalmente há um caroço no local.
  • Manchas na pele – o que é mais difícil de ser notado, especialmente em animais de pelo longo.
  • Feridas que nunca cicatrizam.
  • Coceira no local.
  • Queda anormal de pelos.

 

Causas de câncer de pele em animais

Não se sabe ao certo o que causa a reprodução desordenada das células. O sol, contudo, é apontado como grande causador. Por isso, a exposição ao sol deve ser controlada e com proteção, de preferência em horários em que a radiação é menor – começo da manhã ou no fim da tarde.

 

Tratamento

Em fases em que a retirada do tumor é possível, a cirurgia de remoção é o procedimento mais indicado, aliada a tratamentos de quimioterapia e radioterapia. O diagnóstico precoce é garantia de sucesso nos procedimentos. Portanto, lembre-se: fique atento à qualquer sinal e, em caso de suspeita, procure imediatamente um veterinário.

Fontes: Portal do Dog e Tudo Ela