O ciúmes é um sentimento muito conhecido por nós humanos e já sabemos como é difícil de lidar, o que fazer então quando nos deparamos com um pet ciumento?

gif_cachorrociumento

A princípio pode parecer fofo que seu pet tenha ciúmes de você, pois temos o costume de relacionar ciúmes a afeto, consideração e cuidado, mas a verdade é que este tipo de comportamento pode ser muito prejudicial para vocês dois.

O problema é mais observado em cães, especialmente quando há a aproximação de outro animal ou quando a ligação com o dono é tão forte que o sentimento de posse torna-se um empecilho até mesmo dentro da família, impedindo que outras pessoas se aproximem de você.

Nos cães, o ciúmes pode estar relacionado aos seus instintos. Por serem animais acostumados a viverem em bandos, assim como os seus ancestrais lobos, eles precisam de que pelo menos uma pessoa dentro de casa tenha uma maior autoridade para ser considerada o líder da matilha. O problema aparece quando o cão perde essa figura de autoridade, dando espaço para que ele se sinta o “dono do pedaço” e se torne possessivo e controlador.

Por isso é importante que desde o primeiro momento o dono mostre ao cão quem é que manda ali, para que ele aprenda a seguir as suas regras e passe a respeitar você e o seu espaço. Lembrando que para isso não é preciso demonstrar agressividade, com algumas técnicas de adestramento é possível estabelecer a ordem dentro de casa.

Uma técnica importante é nunca ceder ao que o cão quer no exato momento em que ele exige isso. Por exemplo, enquanto você está conversando com outra pessoa, seu cão fica chorando e pulando em suas pernas pedindo por carinho. Se ele for atendido imediatamente, vai entender que aquele comportamento é aceitável e que será sempre atendido se agir daquele mesmo modo, entrando em um círculo vicioso. Ao invés disso, incentive o seu bom comportamento com um afago ou petisco quando ele obedecer após ser repreendido e quando ele parar de agir de tal maneira.

Outra dica é que se você tem mais de um animal em casa ou está prestes a adotar um novo pet, experimente sempre dar atenção para todos de forma igualitária e, se possível, ao mesmo tempo. Nada de dar mais regalias a um do que ao outro, pois dessa forma você estará estimulando o sentimento de ciúmes, mesmo que seja um pet obediente.

Com atitudes simples, mas corretas, você irá conquistar uma convivência muito mais harmoniosa entre os pets e a sua família. Na dúvida se o pet está ou não respondendo bem às medidas adotadas, o aconselhado é sempre procurar um especialista em comportamento animal.

 

Texto por Patrícia Mota