Dentro de casa existe uma gama de itens perigosos para gatos, que podem trazer consequências sérias – e até fatais – para os bichanos. Por isso, é fundamental que todos tutores, e todos aqueles que pretendem se tornar um, saibam identificar quais são esses objetos para mantê-los afastados e protegidos do animal.

Confira abaixo e se surpreenda com a lista de itens comuns perigosos para gatos:

 

  1. Água com lixívia (água sanitária)

Em épocas de calor excessivo, é normal que gatos bebam água de qualquer lugar, e esses pets adoram água sanitária. Por isso, é necessário muita atenção ao armazenar o produto e ao utilizá-lo – nada de deixar o balde de limpeza pela casa, tá?

A água sanitária é muito nociva e pode causar problemas graves no sistema digestivo, além de vômitos, salivação excessiva e muita dor. Nos vômitos, ainda, a água sanitária pode ser um terrível corrosivo para a boca do animal.

 

  1. Aspirina

A aspirina é um dos medicamentos mais populares, isso porque soluciona de forma rápida nossas enfermidades. No entanto, o efeito em gatos pode ser muito grave. Outros medicamentos também são tóxicos, como o paracetamol. O ideal é manter a caixa de remédios longe do alcance do felino.

 

  1. Flor-da-páscoa

Os gatos parecem ter uma atração natural por essa planta. Atente-se para que o seu pet não tenha nenhum tipo de contato com ela, uma vez que ‘mastigar e largar’ também pode causar envenenamento. A substância leitosa que a flor-da-páscoa libera causa vômito e diarreias e, se ingerida em grandes doses, pode ser muito prejudicial, assim como o lírio. Conheça outras plantas venenosas para bichinhos aqui.

 

  1. Chocolate

O chocolate contém uma substância tóxica chamada teobromina, um alcaloide extraído do cacau que estimula o sistema nervoso do gato. Ao contrário do que acontece com as pessoas, os felinos não são capazes de eliminar essa substância do corpo e apenas seis gramas por quilograma de peso do animal podem ser fatais. Clique aqui para conferir outros alimentos proibidos para pets.

 

  1. Fumo do tabaco

Assim como acontece com nós, humanos, o fumo do tabaco propicia o surgimento de câncer no gato. Se você é fumante e tem um bichano, mantenha as janelas sempre bem abertas, opte por fumar em ambientes internos e lançar o fumo para cima, evitando contato com o gato.

 

  1. Peixe cru

Esse item perigoso para gatos é o mais surpreendente da lista, não é? Portanto, saiba que não é uma boa ideia oferecer peixe cru ao bichinho, mesmo tendo sobrado alguma coisa do seu sashimi. O alimento pode conter bactérias prejudiciais a gatos que estão acostumados a comer ração. Outro cuidado que devemos ter é com as espinhas, principal causa de perfuração intestinal em gatos.

Por último, alguns peixes – como o atum – podem provocar deficiência de vitamina B no gato e carregar uma quantidade excessiva de mercúrio.

 

  1. Bolas de naftalina

É bem provável que o seu gato se sinta atraído ao ver bolas de naftalina no chão que, se ingeridas, podem danificar o sistema nervoso de forma grave, provocando vômitos, diarreia e até convulsões.

 

  1. Creme dental

O creme dental contém uma grande quantidade de elementos químicos, como o flúor. Essa substância é muito prejudicial e perigosa para a saúde do gato, podendo causar alterações nervosas, falta de atenção, ardor no estômago, vômitos e danos internos que, a longo prazo, podem evoluir para incontinência, ocasionando a morte. Evite de todas as formas o acesso do gato a esse produto.

 

  1. Tinta

Os diferentes tipos de tintas são compostos por pigmentos, aglutinantes, dissolventes, plastificantes e outros elementos. Todos eles são prejudiciais para a saúde intestinal do gato. Mas os dissolventes, em particular, podem causar alucinações, dores intensas, convulsões, epilepsia, coma e até arritmias cardíacas.

 

  1. Veneno para rato

Evidentemente, qualquer tipo de veneno é muito prejudicial para a saúde dos bichinhos de estimação. Nunca utilize venenos para ratos, uma vez que o seu pet também pode ser afetado – para quem tem criança em casa, a dica deve ser seguida à risca. Aposte em armadilhas caseiras que não matem o rato e que não prejudique outros animais. Ingerir esse tipo de produto pode levar a morte de forma muito rápida.

 

Meu gato foi intoxicado: e agora?

O importante é correr para o veterinário e nunca forçar o vômito, você pode ler mais dicas sobre isso aqui.

 

Como evitar uma intoxicação?

O ideal é manter fora do alcance do gato todos os produtos citados acima, igual é com crianças. Apesar de muito espertos, os bichanos não sabem identificar o que é nocivo ou não.