O bichano não bebe a água que você coloca na tigela dele e insiste em pular na pia para beber direto da torneira. Se identificou? Isso tem uma explicação: os gatos não gostam de beber água que esteja parada por muito tempo.

Dessa forma, para fazer com que o pet beba a quantidade de água necessária, as fontes de água para gatos são uma alternativa. Vale lembrar que a falta de hidratação é um fator que influencia no desenvolvimento da insuficiência renal – um problema bastante comum em gatinhos de idade mais avançada, que pode ser prevenido com a ingestão constante de água.

 

Como funcionam as fontes de água para gatos

Enquanto alguns alimentos úmidos podem passar a impressão de auxiliar na hidratação dos gatos, a maioria deles provoca o efeito contrário nos bichos por conterem volumes altíssimos de sódio.

A água ainda é a opção mais eficiente para hidratar, mas um bebedouro pode não ser o suficiente para atrair a atenção dos bichanos – conforme falado no início do texto –, e é justamente para essa função que as fontes de água para gatos foram desenvolvidas: influenciar o animal a se hidratar mais vezes ao dia, permitindo a recirculação da água e, consequentemente, deixando-a mais fresquinha e limpa.

 

Gasto não, investimento!

Os modelos, tamanhos e tipos de fontes disponíveis são muitos e o Centro de Saúde Animal Jardins conta com opções que atendem todos os tipos de tutores, felinos e bolsos. Embora o preço desses produtos não seja baixo (entre R$ 100 e R$ 270), comparado a outros do mercado pet, a relação entre custo e benefício é válida – já que garantir a saúde do bichano não tem preço. No mês de maio, essa questão não vai ser um problema: todas as fontes para gatos estão com 15% de desconto em nosso Pet Shop, aproveite!

Os diferentes tipos variam entre formatos, que podem ser descritos como bebedouro; queda d’água simples e fonte – com esguichos mais altos.

 

Por que a hidratação dos gatos é tão importante

Por ser uma doença progressiva, a insuficiência renal deverá ser controlada pelo resto da vida se instalada, sem contar desconfortos e complicações. A hidratação frequente e ao longo da vida é a maneira mais eficiente de prevenir e retardar o aparecimento do problema.

A lista de complicações que acompanham a insuficiência renal em gatos inclui:

  • Problemas urinários
  • Apatia
  • Depressão
  • Diarreia
  • Episódios de vômito
  • Doenças dermatológicas

Também é comum a evolução de quadros de hipertensão combinados à doença.