Os gatos são animais bem ousados. Eles adoram explorar ambientes, ainda que estes sejam bem altos. Alguns até optam por dormir em janelas, mesmo que estas estejam a mais de 13 metros de altura. Talvez por isso a expressão “gatos têm sete vidas” seja tão utilizada. Mas será que eles têm mesmo?

Gato nas alturas

Realmente podemos afirmar que, diferentes de nós, humanos, e até mesmo dos cachorros, os gatos têm uma agilidade incrível, além de serem flexíveis e terem uma musculatura extremamente potente. Por isso, eles conseguem amortecer suas quedas.

Agora, o mais curioso é que, se o felino cair de alturas acima de sete metros, as chances de sobrevivência são maiores do que se caírem de alturas médias ou pequenas. E isso tem explicação científica: eles precisam de uma altura mínima para ter tempo de virar o corpo, relaxar a musculatura e, assim, cair “ em pé”. Quando caem de alturas mínimas, com poucos centímetros, seu instinto não trabalha o perigo eminente e eles costumam cair de lado, o que pode ser muito prejudicial ao animal.

É claro que, na maior parte dos casos, sair ileso de uma queda de grandes alturas nem sempre é possível – neste caso, nem das mínimas alturas também. Os gatos podem machucar diversas partes do corpo e até chegarem ao óbito, a depender da lesão. Por isso, todo cuidado é pouco.

Se você mora em apartamentos ou em casa com dois andares, coloque telas nas janelas. Fique atento às escaladas do animal dentro da casa, seja nos armários, em escadas ou até mesmo encima do guarda-roupas. O ideal é não deixar o animal sair de casa, evitando as caminhadas nos telhados. Eles adoram, mas pode ser muito perigoso!

Em caso de queda, leve imediatamente o gatinho ao veterinário. Ainda que não haja nenhum ferimento externo, a lesão pode ter sido interna, causando sérios danos ao bichano.

Por Tatiane Mota