Muitas das doenças que aparecem nos humanos, também aparecem nos animais. É o caso do glaucoma em cães, que pode trazer consequências como a cegueira. Por isso é importante conhecer mais sobre o problema. 

Causas do glaucoma

O glaucoma é o excesso do líquido intraocular nas zonas internas do olho. As estruturas do olho sintetizam continuamente fluídos, de forma lenta, que posteriormente são drenados. Quando se sofre de glaucoma, essa síntese de fluídos ocorre de forma excessiva e não há tempo suficiente para eliminá-la.

Isso causa um aumento da pressão intraocular, esse é responsável por mudanças degenerativas no nervo ótico e na retina – podendo, inclusive, levar a cegueira.

O problema pode ocorrer de forma hereditária ou secundária, ou seja, causado por outra doença. No segundo caso, tanto o tratamento, quanto o prognóstico, costumam ser melhores. O glaucoma pode ser agudo ou crônico.

 

Sintomas

Mesmo sendo um caso grave e emergencial, nem sempre é fácil identificar os sintomas de glaucoma em cães. Porém, conforme o aumento progressivo da pressão intraocular, é possível notar:

  • Pupilas ligeiramente dilatadas
  • Córnea com mancha opaca
  • Dor na região dos olhos (perceptível quando o pet os esfrega no chão)
  • Olho inchado ou vermelho
  • Lacrimejamento
  • Aumento do globo ocular

Se perceber qualquer um desses sintomas, marque uma consulta com um profissional especializado em oftalmologia em animais.

 

Tratamento do glaucoma em cães

O tratamento vai depender da situação de cada cachorrinho e da evolução que o glaucoma apresentar. O mais comum é aplicar um colírio para controlar o líquido intraocular. É importante conversar com o veterinário sobre a forma correta de imobilizar o pet e aplicar esse medicamento.

Também se pode realizar um tratamento com analgésicos ou anti-inflamatórios, uma vez que o glaucoma proporciona dor ocular. Em alguns casos, é necessário submeter o pet a um procedimento cirúrgico para controlar o excesso de fluído. Esse pode ser feito através de cirurgia a laser.

 

Como ajudar seu pet

Se suspeitar que seu cachorro está sofrendo de dor ocular, consulte de imediato um veterinário. Quanto mais cedo o problema for detectado, mais chances do tratamento ser de sucesso.

Para aqueles que possuem um bichinho com glaucoma em casa, além de administrar os cuidados recomendados por especialistas, é importante ficar atento ao olho não afetado, já que há risco do olho saudável também ficar doente. Outra dica é não utilizar coleira, o objeto pode aumentar a pressão intraocular.

Fonte: Perito Animal