Quando crianças, sempre escutamos que beijar os cachorros e deixar eles nos lamberem não era bom para a nossa saúde. Mas agora uma pesquisa feita pela Universidade do Arizona, Estados Unidos, comprova exatamente o contrário.

cachorro lambendo
De acordo com os estudiosos, os micróbios que vivem no intestino dos cães podem ter um efeito probiótico quando em contato com os humanos. E o que são os probióticos? São bactérias vivas que habitam normalmente o corpo e que também podem ser artificialmente introduzidas nele, por meio de alimentos – e agora também por meio das lambidas dos cachorros – e que fazem bem especialmente para o sistema digestivo.

É claro que o estudo não está pedindo para que todos passem a beijar a boca dos cães! Mas sabendo destes resultados, ficamos mais tranquilos ao permitirmos nossos pets nos lamberem bastante, certo?

Por Tatiane Mota