Em todo verão, os cuidados com a pele são destacados pela mídia, afinal, o Sol é um dos principais causadores do câncer de pele. Mas essa atenção também vale para cães e gatos, ainda mais se o pet tiver pelagem clara e curta.

Pet verão
Para se ter uma ideia, cerca de 30% dos tumores diagnosticados em cães, e 20% em gatos, estão justamente em suas peles. O tipo mais comum, assim nos humanos, é o melanoma, bem agressivos e que pode levar à morte se não tratamento corretamente.

Normalmente, as partes mais expostas ao sol, como pálpebras, ponta do nariz, orelhas ou até mesmo a barriguinha são as regiões mais afetadas. Por isso a importância de se usar protetor solar nestas regiões antes de passeios ou viagens de verão. Em pet shops é possível encontrar protetores solares especializados para cães e gatos.

O tratamento para o câncer de pele vai depender do tipo de tumor apresentado. Eles costumam ser feitos com remoção cirúrgica ou crioterapia, e também com protocolos de quimioterapia ou radioterapia.

Se você notar o surgimento de manchas, seguidas por sangramentos e aumento da região, procure um veterinário imediatamente! O diagnóstico precoce é fundamental para um melhor resultado no tratamento. E não esqueça de passar o protetor solar em seu pet!

Por Tatiane Mota