Uma das principais características dos cães é a curiosidade. Por isso, não se cansam de farejar diferentes ambientes e até mesmo os ambientes de sempre, afinal, podem encontrar algo novo por ali. E não há nada de errado com isso! A não ser que você tenha em casa determinadas plantas…

Cachorro flores

Pois é, com essa curiosidade toda é bem possível que o cachorro tenha vontade de experimentar o que farejou, seja lambendo ou até mordendo e engolindo. Mas a depender da planta que for ingerida, o pet pode ser intoxicado de forma gravíssima e até chegar à morte, caso não atendido por um veterinário rapidamente.

Saiba aqui quais plantas evitar em seu jardim ou deixar fora de alcance, para que seu cãozinho não sofra graves consequências:

Gloriosa 

Gloriosa

O nome condiz com a beleza desta planta, mas para os cães ela não traz glória nenhuma. Qualquer parte da planta, quando ingerida, pode causar vômito com sangue e até falência dos rins e fígado, além de paralisia.

Rosa do Deserto

Rosa do Deserto

Mesmo que ingerida em pequenas quantidades, pode levar o cão à depressão, vômitos e diarreia. Anorexia e batimento cardíaco irregular também são problemas que ela pode trazer ao animal.

Cica Revoluta

Cica Revoluta

Ela é uma pequena palmeira, muito comum em jardins. Mas causa gastroenterite hemorrágica, inflamação severa do intestino e estômago que pode levar o animal ao óbito após algumas horas da ingestão.

Ave do Paraíso

Ave do Paraíso

Suas flores parecem pássaros de cores vibrantes, mas o nível da beleza é tão alto quanto de seu perigo. Esta planta é altamente tóxica e pode causar vômito e dificuldade para respirar.

Flor-da-Fortuna

Flor da Fortuna

Muito charmosa por ter várias flores coloridas, é muito perigosa porque pode causar taquicardia ao ser ingerida pelo cão.

Cactos

Cactos

Por serem fáceis de cuidar, já que não precisam constantemente de água, muitos se tornaram adeptos aos cactos. Mas se algum cãozinho decidir ingerir um pedacinho dele, pode causar uma grave inflamação na pele, além de machucados, devido aos espinhos.

Aloe

Aloe

Conhecidas por trazer um clima de floresta ao ambiente, com todo seu verde, elas podem causar vômito, diarreia, falta de apetite, calafrios e mudanças na cor da urina do pet.

Copo de Leite

Copo de leite

Assim que ingerido pelo cachorro, os primeiros sinais da intoxicação já aparecem. São eles: falta de apetite, salivação excessiva, dor e diarreia.

Lírio da Paz

Líro da paz

Esta é uma flor discreta e bem delicada, mas que pode ser bem agressiva aos animais. Qualquer parte, quando ingerida, pode causar queimação e irritação das mucosas e até dificuldade para engolir.

Planta-de-Jade

Planta de Jade

Conhecida por seus diferentes tons de verde, essa planta pode ser bem perigosa quando mastigada pelo cão. Além de forte diarreia e vômitos, o animal passa a apresentar falta de equilíbrio logo após a ingestão.

Gerânios

Gerânios

Suas diversas tonalidades colorem os jardins, mas não se engane com sua beleza. O pet está em risco, caso a coma. Os gerânios causam vômitos e dermatites graves!

Se você observar o pet ingerindo uma dessas plantas, lave a boca do animal imediatamente e leve-o rapidamente ao veterinário, se possível com a planta em mãos. Caso note algum destes sintomas citados, também leve o cachorro o quanto antes ao veterinário, pois intoxicação é muito grave e pode ser letal!

Por Tatiane Mota