Histórias sobre abandonos de animais, infelizmente, não são raras. Diariamente vemos estampadas nos jornais notícias de cachorros que foram largados nas ruas por terem ficado grandes demais, velhinhos demais ou até mesmo doentes demais. Mas também não são incomuns as histórias sobre estes cães que, mesmo abandonados, continuam a esperar por seus donos.

Cão sozinho

Muitos cães que moram em lares urbanos têm um grande problema quando são deixados sozinhos em algum momento de suas vidas, afinal, eles precisam da companhia das pessoas.

Isso acontece porque, após serem domesticados pelo homem, os cães passaram a nos identificar como integrantes de suas matilhas, que são responsáveis por sua proteção, abrigo, alimentos. Dados científicos também revelam que essa ligação acontece por meio do afeto/amor, a partir da medição dos níveis de oxitocina (conhecido como o hormônio do amor) em cachorros que estão perto de seus tutores.

Mas quando isso se rompe, eles simplesmente ficam perdidos, com medo, apáticos, podendo até chegar a óbito devido à depressão. Claro que não é possível dizer que o cão sente a intenção do abandono, mas com certeza entende muito bem que houve uma ruptura.

Antes de adotar ou comprar um cãozinho, pense que você terá em mãos uma vida muito preciosa para cuidar.

Abandono é crime e a pena prevista é de 3 meses a 1 ano de detenção.  Se você presenciar alguém abandonando algum animal, denuncie! Disque denúncia: (11) 3272-7373

Por Tatiane Mota