Não está com a vacinação do pet em dia? Entenda porque esse é o momento certo para vacinar o cachorro ou o gato e como o Centro de Saúde Animal Jardins pode te ajudar.

  • Vacinar é importante sim – igual a nós humanos, cães e gatos também devem receber cuidados especiais com a saúde. Vacinar o pet ajuda a não só mantê-lo protegido, mas também a evitar a disseminação de doenças, beneficiando toda a população de cães, gatos e até mesmo humanos.
  • Mês do Cachorro Louco – agosto é o período em que as cadelas mais entram no cio, deixando machos eufóricos e também mais briguentos – por isso é conhecido com esse nome. Tal comportamento faz com que o vírus da raiva se propague com mais facilidade. A doença é de difícil cura e a vacina antirrábica tem validade de um ano. Quando foi a última vez que o seu pet recebeu o reforço?
  • Não basta apenas prevenir a raiva – além da vacina antirrábica, existem outras que precisam do reforço anualmente, são elas:

calendário-vacinação-pet

Antes de agendar as vacinas, marque uma consulta com o veterinário de confiança do seu pet e leve a carteirinha de vacinação. Assim, ele pode ajudar a verificar quais doses estão realmente faltando.

  • Quando vacinar o meu pet? – estabeleça uma rotina de vacinação. Aplicando todas as doses no mesmo período, fica fácil lembrar que, no ano seguinte e naquele mesmo mês, o seu pet precisa tomar todos os reforços novamente.
  • Agosto é o mês de vantagens em vacinação no CSA Jardins – durante esse período, você e o seu pet tem benefícios no valor das vacinas no Centro de Saúde Animal Jardins. Para saber mais, ligue: 2501-7001. E lembre-se que sempre que a dúvida “quando vacinar o meu pet” surgir, a resposta é AGOSTO!

Dicas para a hora da vacinação do pet 

Agora que você já sabe quando vacinar o seu pet, nós separamos algumas dicas para este momento.

  • É importante que o bichinho se sinta seguro e tenha alguém que o conheça por perto.
  • Levar o pet na guia pode facilitar na hora de segurá-lo para a aplicação.
  • Se o pet é daqueles que podem apresentar comportamento agressivo, o uso de focinheira é fundamental.
  • Sem choro: vacinar também é amar e por mais que os animais sintam dor ao receber a “picadinha”, essa é a única forma de proteger o seu melhor amigo de doenças infecciosas.