13 novembro 2018

O que você sabe sobre diabetes em animais?




Hoje é o Dia Mundial da Diabetes, uma doença cada vez mais comum e conhecida. O que muita gente não sabe é que o problema também acomete os animais e, se tratado de forma equivocada, pode ser fatal.

Assim como nos humanos, a Diabetes mellitus é caracterizada pela baixa ou falta de produção de insulina pelo pâncreas e o Tipo I, que ocorre quando o próprio sistema imunológico ataca as células do órgão, é o mais comum entre os cães e gatos. Nesses casos, os bichinhos necessitam de reposição de insulina.

Já o Tipo II da doença – que acontece quando o organismo não consegue utilizar adequadamente a insulina produzida – é um caso mais raro de diabetes em animais. Porém, é importante lembrar que essa forma do problema está associada à obesidade, por isso é necessário o cuidado com o peso do pet sempre. O tratamento do Tipo II não necessita ministrar insulina, apenas do acompanhamento constante do médico veterinário de confiança.

A variação média de idade para o aparecimento de diabetes em animais é de quatro a 14 anos, com maior parte dos casos ocorrendo entre sete e nove anos de idade. Embora os machos também sejam afetados pela doença, a ocorrência em fêmeas é duas vezes maior. Algumas raças também possuem predisposição para desenvolver diabetes, são elas: Keeshond, Pulik, Cairn Terrier, Pinscher Miniatura, Dachshunds (salsichinhas), Schnauzers Miniatura, Poodles e Beagles.

Sintomas de diabetes em animais 

O excesso de xixi (ou poliúria) é o sintoma mais comum de diabetes em animais. Isso porque o rim não consegue mais absorver a glicose. Ao perceber esse tipo de comportamento, leve o seu bichinho imediatamente ao veterinário. Maior ingestão de água, mau hálito, cansaço, fadiga e até mesmo catarata ou opacidade nos olhos, são outros sintomas associados à diabetes.

Quanto antes diagnosticada, mais sucesso o tratamento terá. Por isso, o CSA Jardins reforça: ao reparar em qualquer um desses sintomas, levar o animal com urgência ao veterinário.

Diagnóstico

 Na clínica veterinária, o animal com suspeita de diabetes passará por uma série de exames, entre eles, o hemograma completo com glicemia em jejum.

Tratamento 

Além das medidas citadas no início do texto, na maioria dos casos é necessário fazer fluidoterapia (soro), devido a quantidade de líquido perdido pelo animal. Mudança na alimentação também é algo a se fazer para um tratamento de sucesso.

9 outubro 2018

Outubro Rosa dos animais: saiba mais sobre o câncer de mama em pets




Cuidar da saúde do pet e certificar-se de que está tudo bem é uma tarefa cotidiana. Mas, já que estamos no meio do Outubro Rosa, é importante reforçar algumas informações sobre o câncer de mama em cachorros e gatos. Em nosso Instagram (@csajardins), às quintas-feiras, você também pode acompanhar algumas dicas sobre o tema nos stories. Não deixe de nos seguir!

Continue Reading

3 outubro 2018

Mito ou verdade: o ronronar do gato pode transmitir asma?




“Dormir com o seu bichano pode ser perigoso”, que tutor nunca ouviu essa frase? Essa crença de que o gato pode transmitir asma e outras doenças respiratórias atravessa gerações. Por isso, nós viemos esclarecer essa história.

Continue Reading

1 outubro 2018

Conheça a odontologia veterinária e saiba onde encontrar o serviço




Você sabia? Cuidar da saúde bucal do pet é tão importante quanto manter a vacinação em dia ou estabelecer uma rotina de banho e tosa. Isso porque a falta dessa precaução pode significar o início de problemas graves que, quando não tratados, podem até ser fatais.

Continue Reading

17 setembro 2018

Por que falar sobre doenças cardíacas?




De acordo com estudo realizado pela rede de laboratórios Idexx, parceira do Centro de Saúde Animal Jardins, 15% dos cães e 30% dos gatos sofrem com doenças cardíacas ao longo da vida.

Continue Reading

10 setembro 2018

Saiba tudo sobre anestesia em animais e perca o medo da cirurgia




Para garantir tranquilidade ao pet e precisão ao médico veterinário durante procedimentos cirúrgicos e ambulatoriais – como exames de diagnóstico ou uma simples limpeza nos dentes – é utilizado um conjunto de substâncias, chamado de anestesia.

Continue Reading

3 setembro 2018

Setembro Vermelho: prevenção contra problemas cardíacos em pets




Setembro é o Mês Internacional do Coração e aqui no Centro de Saúde Animal Jardins marca o início de um período de cuidado e conscientização sobre problemas cardíacos em pets. 

Continue Reading

1 agosto 2018

Quando vacinar meu pet: 5 motivos para escolher agosto




Não está com a vacinação do pet em dia? Entenda porque esse é o momento certo para vacinar o cachorro ou o gato e como o Centro de Saúde Animal Jardins pode te ajudar.

Continue Reading

18 julho 2018

Descubra se a acupuntura veterinária serve para o seu pet




Há milênios a acupuntura existe e é utilizada em humanos. Recentemente a técnica passou a ser aplicada também em animais, a chamada a acupuntura veterinária.

Continue Reading

5 junho 2018

Doença renal em pets e exame que pode salvar vidas




A doença renal é uma alteração degenerativa e progressiva, que afeta o rim ou os rins do animal. O problema é frequente em cachorros e gatos, principalmente nos bichinhos idosos, sendo que um em cada três gatos e um em cada dez cães desenvolvem alguma forma da doença ao longo da vida.

Continue Reading

4 junho 2018

A importância do check-up de férias




Fazer um check-up é a melhor forma de prevenir doenças, principalmente quando se trata dos nossos bichinhos. Afinal, eles não conseguem nos dizer o que estão sentindo, não é?

Continue Reading

9 maio 2018

Epífora em cães: conheça as raças que mais sofrem com o problema




Epífora é a perda ou alteração da drenagem normal da via lacrimal, que causa excesso anormal de lágrimas. Os cães branquicefálicos, que possuem o focinho curto, tendem a sofrer mais com os olhos lacrimejantes.

Continue Reading

2 maio 2018

Artrose em pets e como conviver com a doença




Assim como os humanos, cães e gatos também podem sofrer com artrose, uma doença – inflamação – que atinge juntas, articulações e coluna. Segundo médicos veterinários, esse problema é a causa mais comum de dor contínua em pets.

Continue Reading

25 abril 2018

Entenda a importância da tosa higiênica




A tosa higiênica é uma maneira de aparar os pelos pensada para auxiliar a manter a higiene e saúde do pet.

Continue Reading

4 abril 2018

Conheça o Purina Pro Plan super premium: novidade em alimentos para pets




A marca Nestlé Purina Pro Plan lançou a linha de alimentos úmidos super premium, que além de garantir o melhor sabor para o seu bichinho, promove nutrição e benefícios específicos.

A novidade no produto está nos ingredientes que são rigorosamente selecionados e na produção, que acontece através de uma tecnologia exclusiva da Nestlé Purina no mercado nacional.

Continue Reading

29 março 2018

O que você precisa saber sobre chocolate para pets




Oferecer chocolate para os pets pode ser muito perigoso. A guloseima contém uma substância chamada teobromina, que não é metabolizada nem por cães e nem por gatos.

Por isso, ela se acumula no organismo em quantidades tóxicas, podendo causar vômitos, diarreia, taquicardíaca, tremores, convulsões, entre outros problemas.

Continue Reading

22 março 2018

Novas possibilidades no tratamento para câncer em pets




Embora muitos veterinários acreditem que os procedimentos cirúrgicos sejam mais indicados nestes casos, existem novas possibilidades no tratamento para câncer em pets. A oncologia veterinária vem apresentando avanços ao longo das últimas décadas e, atualmente, é possível encontrar formas alternativas para o tratamento.

Continue Reading

16 fevereiro 2018

Meu pet pode contrair febre amarela?




Febre amarela é uma doença infecciosa grave, causado por um vírus e transmitida por mosquitos.

Ultimamente, estamos acompanhando relatos sobre uma maior incidência da doença em alguns estados do Brasil.

Diante deste cenário, temos uma boa notícia para dar: fiquem tranquilos! Os pets não contraem febre amarela. Apenas humanos e macacos são hospedeiros do vírus.

De qualquer forma, precisamos combater os mosquitos, que são transmissores de doenças graves para os pets, como Leishmaniose, Dirofilariose, entre outras.

Para isso, é necessário diminuir o foco de proliferação desses insetos, evitando, por exemplo, água parada, inclusive nos recipientes de água dos pets.

Consulte um médico veterinário para saber as melhores opções de medicamentos e proteja o seu pet do contato com os mosquitos.

19 maio 2016

Proteja a saúde bucal do seu pet, faça uma avaliação odontológica




Das doenças que acometem cães e gatos, 85% são de origem bucal. A doença periodontal é a afecção mais comum da cavidade oral destes animais e inicia-se pelo acúmulo de bactérias no esmalte dentário, que se aglomeram formando a placa bacteriana e causando um sintoma bem comum: o mau hálito. 

Continue Reading