Adaptação pós-pandemia – como deixar o pet sozinho?

  • Sem categoria
  • Nenhum comentário
  • CSA Jardins

Com as medidas de contenção do novo coronavírus, muitas pessoas passaram a trabalhar em home office. Dessa forma, os pets se acostumaram com a presença dos tutores sempre por perto. Mas como será a adaptação pós-pandemia, quando os tutores tiverem que voltar ao trabalho presencial? Confira algumas dicas que podem ajudar a facilitar essa transição.

Ansiedade de separação

Uma situação muito comum, principalmente em animais domésticos, é a ansiedade causada pela separação de seus tutores. Diferente dos humanos, os pets não conseguem entender que a ausência é temporária. Essa condição pode desencadear alguns sintomas, como:

  • Lambedura excessiva das patas
  • Latidos, uivos ou choros sem motivo aparente
  • Arranhar ou morder a porta
  • Destruir ou estragar as coisas enquanto você está fora
  • Excesso de higiene, mais comum em gatos
  • Alterações no apetite
  • Fazer xixi ou cocô em lugar errado

Esses sintomas são considerados comuns, mas não devem ser normalizados. Ou seja, precisam ser observados com cuidado para preservar a saúde física e mental do pet.

Adaptação pós-pandemia

O ideal é que o pet já esteja preparado antes que seus tutores retomem as atividades presenciais, dessa forma o sofrimento será menor. Separamos algumas dicas que podem ajudar:

  • Ambiente seguro e confortável

Deixe uma caminha e uma mantinha em um lugar confortável e que não pegue tanta friagem. O canto servirá de refúgio para o pet. Até mesmo uma peça de roupa velha do tutor pode ajudar a aliviar o estresse.

  • Brinquedos 

Se for possível, deixe alguns brinquedos espalhados pela casa, eles servirão de distração para o seu AUmigo. Podem ser bolinhas, ursinhos, mordedores e brinquedos com petiscos. Mas avalie se o objeto causa algum perigo para a vida do pet.

  • Simular saídas

Ainda durante o isolamento social, simule saídas rápidas para que o seu pet vá acostumando a ficar sozinho. Antes de sair de casa, brinque com o pet para que ele gaste um pouco de energia. Espere ele se acalmar e não dê muita atenção no momento que estiver saindo. Quando chegar em casa, evite fazer muita festa para que ele não associe o momento de felicidade com a sua chegada.

Ao sair de casa

Não se esqueça de deixar o ambiente preparado para o seu pet passar o dia de forma segura. Cuidado com fios e objetos perigosos. Confira se o bebedouro e comedouro estão abastecidos e se o tapete higiênico está limpo.

Daycare

Outra possibilidade para adaptação pós-pandemia é colocar o seu pet em um Pet Hotel.

No daycare do Centro de Saúde Animal Jardins, os pets participam de uma rotina cheia de atividades que combinam aprendizado, socialização e diversão. Além disso, contam com suporte de nossos profissionais do Hospital 24h em caso de emergência.

Deixe uma resposta